Missão no Vale do Silício – Dia 1

Dizem que é necessário uma hora por dia para que a pessoa se adapte ao jet lag, que é uma desordem temporária que causa insônia devido a diferença do fuso-horários entre países. San Francisco tem 4 horas a menos em relação ao horário de Brasília, mas como a Missão no Vale do Silício teve 4 dias, quando deu tempo de se adaptar os participantes já estavam arrumando as malas para voltar. Tempo é dinheiro em qualquer lugar do mundo e se está cansado, vai cansado mesmo.

Missão no Vale do Silício – Primeiro dia

Plug and Play Tech Center

A primeira visita foi na Plug and Play Tech Center, que fica em Sunnyvale onde o grupo pode conhecer toda a estrutura e filosofia de uma das aceleradoras mais conceituadas do Vale, que viabilizou investimentos diretos para 180 fundos de venture capital, sedia mais de 365 eventos por ano e conta com 300 corporações parceiras. Mais de 350 startups foram aceleradas e eles já levantaram aproximadamente de $3,5 bilhões de investimentos.

Plug and Play Missao

Plug and Play

A Plug and Play criou um principais ecossistemas para empreendedores no mercado e atua na Alemanha, Áustria, Canadá, China, Cingapura, Coréia do Sul, Espanha, Filipinas, Finlândia, Hungria, Luxemburgo, México, Nova Zelândia, Polônia, Turquia, Uruguai e no Brasil, onde possuem uma parceria com a Oxigênio Aceleradora. As 5 empresas selecionadas são aceleradas por três meses no Centro de Inovação da Oxigênio, em São Paulo e depois os empreendedores vão para o Vale do Silício para a segunda etapa de aceleração, por até três meses, dentro da Plug and Play no Vale do Silício. Continuar lendo

Anúncios

42 é a nova universidade que promete formar engenheiros de software sem cobrar nenhum centavo dos alunos

42 é a nova “universidade” de programação que em breve vai abrir as portas no Vale do Silício. O projeto audacioso de Xavier Neil, um francês que tem uma fortuna estimada em 10 bilhões, promete educar 10 mil novos estudantes nos próximos 5 anos, sem cobrar nenhum centavo dos alunos.

42-US-Freemont-USA

Projeto 42 US. Foto:www.ar.fr

42 foi criada na França em 2013 e já ajudou mais 2500 estudantes. Agora Xavier vai investir 100 milhões de dólares para criar uma nova instituição nos Estados Unidos. A 42 ficará na cidade de Fremont, 40 minutos ao sul de San Francisco, contará com mais de 18 mil metros quadrados, milhares de Mac’s e ficará a disposição dos alunos 24 horas por dia inclusive nos fins de semana. Continuar lendo

Missão no Vale do Silício

O que faz do Vale do Silício um lugar tão especial? O que tem por traz das empresas mais inovadoras do mundo? Por que a região atrai tantos talentos?  Será as universidades, os engenheiros, as ideias? 

Para tentar encontrar estas respostas, na última semana A Magia do Mundo dos Negócios em parceria com a BWi ParticipaçõesAcontece no Vale realizaram a sexta missão ao Vale do Silício.  Foram  4 dias super intensos, com muita troca de experiências e aprendizado. Um mix de empolgação, inspiração, balde de água fria, acorda para vida. Uma experiência sensacional!

IMG_5429

Missão no Vale do Silício – Visita a Plug and Play Tech Center

A missão contou com diretores, empresários, consultores, profissionais de diferentes backgrounds ou que atuam em áreas distintas de uma mesma empresa. Alguns tinham o interesse em expandir suas operações nos Estados Unidos, outros encontrar oportunidades de negócio para fazer investimentos e potencializar as vendas, uns queriam criar novos produtos e buscavam ideias inovadoras, outros queriam entender o que tem sido feito de melhor no Vale para aplicar conceitos e melhorar seus negócios no Brasil.  Continuar lendo

Pessoas e tecnologias que mudaram o mundo, conheça o Museu da Intel!

Se você é apaixonado por inovação, precisa conhecer os bastidores deste ambiente high-tech com pessoas e tecnologias que revolucionaram o mundo e foram fundamentais para a criação do Vale do Silício, estamos falando do museu da Intel.

IMG_8461

Museu da Intel

Museu da Intel

O museu conta toda a trajetória desde desde 1968, quando Robert Noyce e Gordon Moore saíram da Fairchild para criar a Intel abordando as principais realizações da empresa. Continuar lendo

Quer trabalhar em uma empresa de tecnologia da Bay Area? Entenda como iniciar uma carreira nesta área

Já falamos aqui sobre porque é tão difícil conseguir um emprego no Vale. Existe uma série de desafios para entrar no mercado de trabalho. Primeiro, tem a barreira do idioma, você fala inglês, mas não é o suficiente para se comunicar e escrever conforme as empresas exigem. Muitos já possuem uma excelente experiência profissional, mas nunca trabalharam em uma empresa nos Estados Unidos, o que pesa na hora da contratação.

O currículo também pode ser ótimo, mas se não estiver adaptado aos padrões americanos, as chances dele ser descartado são grandes. Tem também a questão do marketing pessoal, é incrível como algumas pessoas conseguem fazer de uma simples experiência algo extraordinário. Nós brasileiros fazemos muita coisa, mas na hora de falar isto pode parecer insignificante, alguns americanos fazem muito menos, mas quando “se vendem” tornam-se um exemplo.

E para dificultar ainda mais, tem a questão do visto e a autorização de trabalho, que é uma pedra no sapato de muitas pessoas, pois embora você possa ter todos os requisitos para concorrer a vaga, nem todas as empresas estão dispostas a patrocinar o seu visto.

Se você já possui a autorização de trabalho, existem alguns programas que podem te ajudar com as oportunidades de emprego.

Programas para quem pretende iniciar uma carreira na área de tecnologia na Bay Area

finger-769300_1920.jpg

Fonte: Gerd Altmann.

Os programas são financiados pelo governo federal e somente as pessoas que já possuem permissão para trabalhar podem ser selecionadas através de um sistema de loteria. A JVS-Jewish Vocational Service, recebeu US $ 6,4 milhões ao longo de quatro anos através do Departamento de Trabalho  para para criar tais programas com intuito de ajudar os indivíduos desempregados a se recolocar no mercado de trabalho. Continuar lendo