Conheça os pais do Vale do Silício

Para quem desconhece o porquê do nome Vale do Silício, saiba que “Silicon” se refere ao material silício utilizado para fabricar os chips que dominavam a região em 1970. Já “Valley” é devido a Santa Clara Valley, a região do Sul da Bay Area.

Em 1970, Ralph Vaerst mencionou o termo Vale do Silício, o qual foi publicado pela primeira vez por Don Hoefler em uma série de artigos em Janeiro de 1971. Se o Silicon Valley fosse renomeado hoje, os especialistas dizem que se chamaria algo como: Innovation Alley. Mas você sabe quem são os pais do Vale? Conheça um pouco mais sobre eles:

Os pais do Vale do Silício

Frederick Emmons Terman

Frederick Terman é frequentemente conhecido como o pai do Vale do Silício. Formado em química, com mestrado em engenharia elétrica por Stanford e um PhD no MIT em 1924, ele foi convidado a ensinar engenharia elétrica em Stanford. Logo depois foi o responsável por liderar o Laboratório de pesquisa de Radio em Harvard, o qual era considerado padrão de excelência em pesquisa e desenvolvimento na época. A área militar impulsionou a inovação tecnológica e ele era o responsável pela coordenação entre a área militar e laboratórios de pesquisas acadêmicas com o intuito de avançar as tecnologias militares.

terman.jpg

Frederick Terman. Fonte: http://news.stanford.edu

Na época, $450 milhões foram destinados para armas e pesquisas e desenvolvimento na área e enquanto as universidades Harvard e Columbia receberam 30 milhões , O Cal Tech 83 milhões e o MIT 117 milhões para este fim, Stanford não tinha tanta credibilidade e recebeu apenas $ 50 mil, Terman que era o coordenador da área de Engenharia ficou desapontado pelo respeito a Stanford não ter o devido reconhecimento e viajou para a costa Oeste para contratar os melhores talentos. Assim, 11 membros do Laboratório de pesquisa de Harvard onde Terman trabalhou na segunda guerra vieram para Stanford, fazendo deste local o MIT da costa West, segundo Steve Blank – um expert da história militar do Vale.

Logo depois a universidade se tornou uma respeitada parceira militar. Ele ficou orgulhoso em fazer fazer algo ótimo pelo país e ao invés de incentivar seus alunos a fazer seus PhD’s o professor os encorajava a deixar Stanford e criar suas empresas tornando-se líderes em inovação.

O foco em crescer no campo da eletrônica ao invés de ser contratados para a área de defesa fez total diferença para diversificar a economia da região. Terman tornou-se presidente da área.

Quando criamos uma comunidade de estudantes técnicos no Vale do Silício, não tinha nada aqui que nos tornasse grande se comparado com o resto do mundo, agora o resto do mundo é aqui.

Frederick Terman.

Willian Shockley

Outro profissional que frequentemente recebeu os créditos por ser o pai do Vale do Silício é Willian Shockley, ele utilizou materiais semicondutores para amplificar correntes elétricas e descobriu que o material silício era um elemento super favorável em propriedades eletrônicas, seu trabalho deu origem ao nome: Vale do Silício. O processo utilizado por este estudioso resultou no que seria conhecido mais tarde por semicondutores.

Willian Shockley

Willian Shockley. Fonte: Computer History Museum.

Suas descobertas foram fundamentais para aparelhos elétricos modernos, sendo considerada a mais influente descoberta na revolução da alta tecnologia.

Shockley e seus companheiros Bardeen e Brattain receberam inclusive o Premio Nobel em física em 1956, atraindo alguns dos jovens cientistas mais brilhantes na época, que foram conhecidos posteriormente como “Traitorous Eight”, o grupo era formado por: Gordon Moore, Sheldon Roberts, Eugene Kleiner, Robert Noyce, Victor Grinich, Julius Blank, Jean Hoerni e Jay Last.

os oito

Traitorous Eight. Fonte: Computer History Museum.

Arthur Rock e Alfred Cole que estavam interessados no crescimento da industria eletrônica propuseram ao grupo iniciar uma nova corporação para comercializar os semicondutores, foi quando aconteceu um dos primeiros acordos de venture capital na costa West. O primeiro produto deles foi entregue a IBM em 1958. A empresa deste grupo conhecida como  Fairchild Semicondutor Corporation foi a maior fabricante de componentes eletrônicos da Bay Area.

O desenvolvimento dos transitores de silício, tornaram-se o principal material de todos os equipamentos modernos que conhecemos hoje.

Anúncios

Um comentário sobre “Conheça os pais do Vale do Silício

  1. Pingback: 7 razões fundamentais para a existência do Vale do Silício | Acontece no Vale

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s