O Natal chegou, e trouxe com ele: a saudade!

O fim de ano sempre foi um dos períodos que eu mais gosto. Primeiro vem o Natal, uma das minhas datas favoritas. Família toda reunida, troca de presentes, amigo secreto, abraços calorosos, comida boa, acredito que é por isso que eu amo o papai Noel, me remete somente lembranças boas.

Mas aí, quando a gente está longe de casa, fim de ano é terrível, porque a saudade chega a doer. Saudade, esta palavrinha que só existe no nosso vocabulário e significa: o amor que fica. Não tem carinho de amigo que substitua colo da mãe, dói não estar lá. As passagens nesta época estão bem mais caras porque todo mundo está viajando, sem contar o aeroporto que fica lotado, que o tempo de férias aqui é bem mais curto, enfim, sempre há uma desculpa, mas independente do motivo, o  fato é que é difícil ficar longe. De repente você pensa: não interessa, paga o quanto for, se atrasar que se dane, você precisa estar com as pessoas que você ama e ponto.

papai-noel-geralVocê relembra do seu avô velhinho, do seu tio que está doente e vem aquele sentimento de que: vai que ano que vem eles não estejam aqui, eu deveria aproveitar esta oportunidade. E aí você vê sua afilhada feliz da vida porque está banguelinha, cheia de expectativas para que o papai Noel dê  conta da cartinha dela e você pensa o quanto gostaria de poder ali perguntando se ela foi uma boa menina e merece aquilo tudo. E o pior, pensar que todo mundo vai perguntar para os seus pais, sua filha não vem? E eles precisam dar uma explicação sem graça que vem junto com o nó na garganta, pois eles gostariam muito que eu estivesse ali. E tudo que você mais quer nesta hora é estar com eles, rir e chorar com eles, é a sua família, afinal parte de tudo que você faz é para eles.

O equilíbrio vem quando você pensa, quem eu sou para dar uma de vítima, moro no lugar que me traz infinitas oportunidades de crescimento, quantas pessoas gostariam de ter a oportunidade que eu tenho de estar aqui, de viajar e conhecer lugares fantásticos, de estar em contato com pessoas incríveis, de aprender algo novo a cada dia, eu sou abençoada por isto tudo. Enfim, como diz o ditado: cada escolha é uma renúncia e este é o preço que se paga.

No entanto, logo vem um novo ano e com ele muitas oportunidades, diversos desafios e muita vontade de fazer acontecer. Então, ao invés de reclamar este é o momento de ser grata por tudo que aconteceu em 2014, de renovar todas as metas para fazer o que ficou pendente no ano anterior, ou para fazer diferente e melhor neste novo ano que vem aí.

Lembre-se que não é porque está longe, que não está junto. Portanto, contacte todas as pessoas que você ama, agradeça por elas estarem presentes mesmo que distantes e acreditarem em você a cada momento. E você estiver juntinho de todos, aproveite!

Aproveito também esta  oportunidade e agradeço a todos que acompanharam o Acontece no Vale neste ano. Obrigada por todos os e-mails, mensagens, sugestões, por todos que realizaram o sonho de vir para o Vale e acabaram se tornando meus amigos. Este blog foi criado para os que desejam um dia estar aqui e para contribuir para que os que já estão possam aproveitar ao máximo tudo que a Bay Area tem para oferecer.

Desejo um Feliz Natal e um ano novo repleto de conquistas para todos.

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s