Entenda sobre o credit score e como construir seu crédito nos Estados Unidos

Uma das principais barreiras para os brasileiros que se mudam para os Estados Unidos é o tal do crédito. Independente do qual bem financeiramente você esteja no Brasil, ao mudar para os Estados Unidos será necessário construir seu Credit Score.

Credit Score

O que é o Credit Score?

Trata-se de uma pontuação de crédito utilizada para medir o risco de se conceder o crédito para uma determinada pessoa. Quando o cidadão solicita um determinado tipo de crédito, a instituição vai analisar os riscos da operação para conceder ou não o crédito, ou seja, será levada em consideração a probabilidade do tomador do empréstimo ser um bom pagador.

Screen Shot 2016-02-12 at 9.58.44 AM

Credit Score. Fonte: affinityplusstudentloans.com

 

Parece complexo não é mesmo? Na verdade o  Brasil também utiliza esta pontuação em bancos e instituições financeiras, principalmente por operadoras de cartões de crédito, mas em menor escala. No entanto, nos Estados Unidos o credit score é amplamente utilizado. Se seu objetivo for alugar um imóvel, solicitar um financiamento estudantil, um cartão de crédito, comprar um imóvel ou um carro, será realizada uma análise do seu crédito para verificar o risco em relação aos pagamentos. Afinal, ter uma boa pontuação, significa que você paga suas contas em dia e portanto não vai dar um calote.

E que acontece se eu não tiver crédito?

Não ter crédito significa não ter credibilidade. Independente da sua renda, da quantidade de bens que você e sua família tenham, de nada vale o histórico financeiro no Brasil, ao chegar nos EUA você não terá crédito nenhum e vai ter que começar a construir sua reputação financeira do zero.

Digamos por exemplo que você recém chegou no país e quer alugar uma casa, eles vão solicitar uma consulta do seu crédito, e se por acaso você não tiver nenhuma pontuação vão lhe pedir um depósito, pois caso você não pague, podem descontar deste valor. O mesmo acontece para solicitar a ligação da energia elétrica, TV, internet. É necessário pagar um depósito para cada um destes serviços.

Você não será legível para ter um celular pós-pago. Terá que dar uma entrada maior para adquirir um carro ou um imóvel, e financiamentos estudantis tem juros muito mais elevados, além de influenciar o valor do seguros. É como se estivessem exigindo uma garantia até que você possa comprovar que é alguém confiável.

Como funciona a formação do crédito?

De acordo com o FICO, a mais popular das empresas de credit score, a pontuação vai de 250 a 850. Quanto mais próximo de 850, melhor o seu crédito A pontuação é avaliada da seguinte maneira:

35% – Histórico financeiro: Pagamento de contas dentro do prazo, inserção em cadastros de proteção ao crédito, falência e acúmulo de dívidas ao longo da vida;

30% se refere a dívidas pendentes. Serão consideradas as dívidas que ainda não foram quitadas. Financiamento e empréstimos em andamento;

15% se baseia no período de tempo que você teve crédito. Quanto mais tempo, maiores as chances de conseguir uma boa pontuação;

10% leva em consideração a quantidade de consultas ao seu relatório de crédito. Esse relatório traz informações sobre suas movimentações no mercado financeiro. Se seu crédito for consultado por diversas instituições, sua pontuação cai, pois uma procura constante por crédito indica que uma determinada operação pode estar sendo negada e o interessado pode estar endividado;

Os outros 10% são calculados com base no tipo de crédito geralmente possuído. Nesse caso, não existem restrições. O indicador é o menos relevante e só pesará na pontuação quando não houverem dados mais importante para serem considerados.

O que a pontuação significa?

Scores menores que 550 são considerados péssimos;

Scores menores que 600 são considerados de alto risco financeiro e portanto terão juros mais elevados;

Scores entre 650 e 699 são avaliados como bons, com melhores oportunidades de empréstimos;

Scores acima de 700 são ótimos e acima de 720 são excelentes, quem possui esta pontuação consegue juros baixíssimos e os empréstimos são aprovados sem dificuldade.

Muitos dizem que é melhor não ter crédito, porque significa que você recém chegou ao país e não teve tempo de construi-lo, do que ter uma pontuação considerada péssima.

Como construir o crédito se você é um estrangeiro?

O primeiro passo para você dar início ao crédito é ter um social security, que é como se fosse nosso CPF no Brasil. Com este documento em mãos você será legível para alugar um apartamento no seu nome, pedir instalação da luz, internet e por ai vai, lembre-se de pagar todas as contas que estiverem vinculadas ao seu nome em dia.

Quando você abrir sua conta bancária, o banco não vai te oferecer um cartão de crédito se seu credit score for zero, no entanto você pode solicitar um que incialmente será um cartão pré-pago. Você deixa 500 dólares para o banco e este é seu limite, caso você não pague o banco desconta a conta deste valor e após 6 meses, os 500 são devolvidos e ai sim, você recebe este valor como crédito do banco. Mas ao contrário do que estamos acostumados no Brasil, não é somente pagar sua conta que vai te dar credibilidade. É importante que você gaste pouco no cartão, recomenda-se 30%. É uma maneira de dizer que você possui o crédito, mas não tem necessidade de utilizá-lo. Completamente ao contrário do que estamos acostumados no Brasil. Note que ao solicitar seu cartão pré-pago, o ideal é iniciar com o maior valor possível. Embora este dinheiro fique “parado” por alguns meses, quando o banco te devolve, seu limite já começa com um valor mais elevado. Tem muitas pessoas que desbloqueiam um segundo ou terceiro cartão e não utilizam só para conseguir aumentar a linha de crédito. Mas note que não é bom você pedir diversos cartões, pois cada solicitação é uma consulta, lembra?

Caso a pessoa tenha muitos pedidos negados, o excesso de aplicação, como é considerado pelas instituições financeiras é considerado um hard inquiry, e fica registrado no seu histórico por até 2 anos. Porém, depois de alguns meses com a sua pontuação subindo, o que não vai faltar são empresas te oferecendo cartões, toda semana vai chegar umas 5 cartinhas na sua casa com propostas de cartão.

Uma das pegadinhas que já passamos aqui por exemplo, foi com a Macy’s, eles nos ofereceram $100 de desconto na compra para a abertura do cartão e poderiam parcelar nossos móveis em 10x sem juros. Incrível não é? Não. O limite do cartão era 2500 e os móveis que compramos 2450. Ou seja, utilizamos praticamente 100% do limite e pedimos vários pontos no crédito. A solução neste caso, foi pagar a conta o mais breve possível para aumentar o limite. Mas a regra é, quanto mais limite de crédito melhor. Então caso você tenha 3 cartões por exemplo, soma-se o limite deles e maior seu crédito será!

Ter um carro ou uma casa financiados tem os dois lados da moeda. Por um lado é excelente porque estão te oferecendo o crédito para o parcelamento, ou seja, mais uma linha de crédito. Por outro, agora você tem uma dívida. Então é bom ter o financiamento, mas é extremamente importante pagar as contas em dia. E claro, quanto menos débitos você tiver, melhor. Precisa haver uma balanço no quanto você ganha e quanto você gasta.

Ter dinheiro na sua conta bancária e investimentos sempre são positivos.

E se estivermos falando de casais, é importante que ambos construam seu próprio crédito, pois ao comprar um bem no nome do casal, por exemplo, considera-se o risco menor, se os dois estiverem empregados, recebendo salários e com bons créditos.

Como vou saber se meu crédito esta subindo?

Embora não seja bom ficar consultando o crédito sempre, é bom verificar de tempos em tempos para ter a certeza que nenhuma conta passou despercebida e sua pontuação está regredindo por algum descuido banal. Tem diversos sites que oferecem uma consulta gratuita do seu crédito. Credit Karma e Mint são alguns deles.

 

 

 

 

Anúncios

3 comentários sobre “Entenda sobre o credit score e como construir seu crédito nos Estados Unidos

  1. Pingback: Saiba o que você precisa para abrir uma conta bancária nos Estados Unidos. |

  2. Pingback: Comprar um carro novo, usado ou fazer um lease? |

  3. Pingback: Benefícios de ter um bom crédito | Acontece no Vale

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s